Meleca na cozinha's Blog

Archive for agosto 2009

E aí vamos?

Eu estarei lá, e levarei uns quitutes bem gostosos!

2º LuluzinhaCamp Nacional:

Encontro vai reunir blogueiras de todo o Brasil para discutir a liberdade na internet

Quem acha que os relacionamentos virtuais são superficiais e dificilmente vão para a vida real precisa rever os seus conceitos. Dia 30 de agosto de 2009 acontece o 2º LuluzinhaCamp nacional, em que são esperadas cerca de 100 blogueiras de várias partes do Brasil, repetindo o sucesso dos encontros simultâneos em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre e Brasília. Os encontros, vale lembrar, são exclusivos para mulheres.

O 2º Encontro Nacional vai acontecer das 11h às 18h, na Oca Tupiniquim, em São Paulo. Seu tema: liberdade na internet (veja mais sobre isso no blog).

A programação inclui oficinas e desconferências – debates abertos, descentralizados e colaborativos – sobre um tema de interesse comum.

A pré-programação de oficinas:

  • tira-dúvidas sobre blogs para blogueiras iniciantes, intermediárias e avançadas;

  • montagem de computadores;

  • fotografia e stopmotion;

  • artesanato e reciclagem.

Para completar, o evento fará uma campanha de arrecadação de roupas para doação a ONGs. A Lavanderia Solidária LG – que doará uma máquina de lavar e quatro vezes mais roupas do que as Luluzinhas conseguirem -, continuará após o encontro, quando o público poderá votar em sua ONG preferida, no site das Luluzinhas.

História

O encontro é organizado pela Conectiva, por meio das mãos de Lucia Freitas, autora do blog Ladybug Brasil. Lucia inventou o evento com as amigas interneteiras Lu Monte, do Dia de Folga; Nospheratt, do Deusario; Zel, do Zel, versão 3.4; Denize Barros, do LaReinaMadre e Juliana Garcia Sales, do Garcia Sales.

Na organização do primeiro encontro, em agosto de 2008, surgiu a idéia de mini-LuluzinhaCamps pelo Brasil afora e foi criada a lista de discussão, para que todas se organizassem sobre as comidas, bebidas e temas.

“Criei o LuluzinhaCamp – que foi batizado por um homem, diga-se – porque sabia que a internet é feminina e que havia muitas blogueiras na rede. Mesmo assim este público não comparecia aos encontros de tecnologia/internet. Senti que era preciso um evento exclusivo para que se sentissem à vontade e, a partir daí, fossem incluídas num ambiente maior de um lugar já conhecido”, diz Lucia.

Após um ano de vida, o LuluzinhaCamp, que começou com 80 participantes, tem cerca de 400 mulheres em seus grupos de discussão. Além de formar uma rede de troca de conhecimentos, networking e apoio mútuo na internet, os relacionamentos continuam no dia-a-dia offline também, em projetos e eventos. De karaokês a almoços, a troca continua fora da rede. Online, dúvidas sobre internet ou maquiagem não ficam sem resposta e acaloradas discussões sobre temas polêmicos se aprofundam.

Serviço:

Luluzinha Camp

30 de agosto, das 10h às 17h

Oca Tupiniquim, Rua Fradique Coutinho, 1397, Vila Madalena, São Paulo

Inscrições pelo site http://www.luluzinhacamp.com até dia 20 de agosto

Taxa de inscrição: 15,00.

Encontro todo mundo lá hein???

Bjos

Participação especial da minha bb para mostrar como eu estou nesses dias.. Cansada..

Participação especial da minha bb para mostrar como eu estou nesses dias.. Cansada..

É eu sei, eu prometo, prometo mas não cumpro.

Estou com um milhão de coisas para postar, mas a minha vida de ploretária está me impedindo de chegar perto do computador.
Chego em casa, janto, vejo os e-mails no meu N95, e embarco para acordar 5:30 a.m no outro dia.
Para que não sabe, eu estou acostumada a trabalhar meio período, a tarde ( sou professora de educação infantil), mas a minha companheira e amiga, do periodo da manhã, fez uma cirurgia recente, e está afastada a 9 dias. Vai  ficar mais 7. Eu juntei o útil ( a necessidade de um din din a mais SEMPRE!) ao meu sentimento de galinha( já explico hihi) e estou substituindo ela desde segunda passada.
Eu fico na creche das 07:00 da manhã as 17:30. Gente são quase 12 horas em pé ( tira umas 2 que eu sento enquanto eles dormem) com a mesma turma que eu amo tanto( por isso o sentimento de galinha, eu moooorro de ciúmes dos meus 21 filhos, de deixar eles com outra pessoa que não seja minha companheira ou eu. PRONTOFALEI! HAHAHA). Chego em casa ACABADA…

O meu amor que tá cozinhando, lavando a louça e fazendo tudo. Por isso que eu amo ele !

Essa receita é facílima para aqueles momentos de preguiça ou cansaço do corpo, ou também para que tá com uns pãezinhos duros no armário.

Enfim dramas a parte, esse é um blog de culinária, então vamos a receita! ( que é o meu chuchucos)

Ingredientes

3 pães franceses duros cortados em fatias
5 fatias de queijo mussarella
2 tomates fatiados
3 colheres de molho de tomate
orégano a gosto

Fatie os pães.
Espalhe o molho de tomate sobre eles.
Quem quiser um pão mais molhadinho, coloque mais molho, quem quiser um menos molhadinho, menos molho.
Coloque a mussarella em pedacinhos em cima dos pães, assim como os tomates e capriche no orégano e azeite.

Hum, é rápido e delicioso!

Fiquem com deus, e eu volto logo com outra receita da minha irmã. Acho que sábado volto!

Bjos

Olá

Rápida passada para falar que estamos na revista deusas, edição de inverno, com receitinhas de sopa!

Entrem e esquentem a alma e o coração!

Bjos

FIcou com gosto igual ao com gluten...

FIcou com gosto igual ao com gluten...

Oie!

Voltei!

Andava meio desanimada, mas eu voltei!

Inspirada pela minha amiga Lu, pela primeira vez fiz um bolo sem gluten.

Depois de um tempo, você começa a ler todos os rótulos que vc pega. Acaba se tornando um vício…rs( a Lu me viciou).

O bolo ficou gostoso, mas eu errei na hora da calda.

Exagerei na margarina com sal( não tinha sem sal) e a calda ficou salgada..afff.

Mas vamos lá!

Ingredientes.

2 cenouras médias
1 xícara de óleo de soja
2 ovos
2 xicaras de farinha sem gluten
2 xícaras de adoçante culinário (usei lowçúgar)

Para a calda

1 xícara de cacau em pó sem açúcar ( o da garoto não tem gluten, usei esse)
1 xícara de leite de soja ( uso mais vita pura soja também, sem gluten)
3 colheres de margarina ( a becel não tem gluten, por favor usem sem sal)
2 xícaras de adoçante culinário( usei lowçúgar)

No liquidificador, rale as cenouras juntamente com o óleo.
Coloque a mistura em uma tigela e misture a farinha e o açúcar.
Eu ando apaixonada pelo meu fouet, agora faço os meus bolos só na mão…
Adicione os ovos e coloque em uma forma untada.
Asse em forno pré-aquecido a 180º por uns 40 minutos.

Calda

Coloque o chocolate, o leite, a margarina e o adoçante em uma panela pequena.
Cozinhe em fofo baixo até formar uma calda uniforme e brilhante.

Espalhe por cima do bolo e se delicie

HUMMMMMMM!

Boa semana!

ps: Se eu coloquei algum ingrediente que tenha gluten, por favor me corrijam.

Eu sei. que sou, me perdoem mesmo!

Amanhã venho com bolo de cenoura sem gluten!

Beijos….